Licitação do transporte – A resistência continua!

Banner - manifestacao

            Nós últimos meses, o Movimento Passe Livre esteve focado em promover atividades e intervenções com a intenção de chamar a atenção de todos para um problema gravíssimo que irá comprometer a cidade por duas décadas: a nova licitação do transporte público. Estivemos presentes nas poucas e ineficazes audiências públicas promovidas pelo governo, pressionamos os vereadores da cidade, promovemos assembleias populares junto a outras organizações, produzimos materiais sobre o tema, fizemos uma manifestação de rua, entramos com processos legais e, diante do total descaso do poder público, fomos até a prefeitura para devolver para o prefeito aquilo que ele tem oferecido para a cidade: uma merda de futuro.

            Frente a essas intervenções, o prefeito disse que a todo momento esteve aberto ao diálogo, o que é uma baita de uma mentira! Em nenhum momento os trabalhadores e usuários do transporte coletivo, que são aqueles diretamente afetados pelo novo edital, foram ouvidos pelo prefeito para a elaboração do edital. Quem lê o documento logo percebe que sua única função é garantir o lucro dos donos das empresas de ônibus por mais duas décadas. E quem vai pagar a conta, pra variar, somos nós! Não é preciso muito esforço para entender onde vai dar esse novo edital: desintegração com a região metropolitana, cortes de linhas, demissões, ônibus lotados e novos aumentos de passagem. Por sua vez, a mídia esteve todo o tempo evitando falar sobre o assunto. Sua função tem sido a de proteger o prefeito e seus planos irresponsáveis! César Souza Júnior é jovem, porém covarde. Não nos deixemos enganar: esse prefeito não tem coragem de enfrentar os empresários para garantir os direitos da população. E esse não é só o caso do transporte coletivo. A aprovação do Plano Diretor, com centenas de emendas que lotearam a cidade para a especulação imobiliária e os grandes negócios, é um ato de total covardia que também demonstra a falta de respeito com os moradores da cidade. Está claro que o poder público simplesmente não está disposto a escutar a população. Mas as coisas não vão ficar por isso mesmo!

             Por conta da pressão popular, que expôs a debilidade do trabalho da prefeitura, o edital de licitação do transporte coletivo foi suspenso por 15 dias. A fragilidade da licitação é tão grande, que ela foi adiada e deverá ocorrer somente em meados de fevereiro do ano que vem (a previsão inicial era 14 de novembro de 2013). Porém, nós não temos muito o que comemorar. O momento agora é de luta! O Movimento Passe Livre continuará na resistência, promovendo ações que chamem atenção para a situação. Não há o que ser discutido até que esse edital seja suspenso e a população possa finalmente ser ouvida. Acompanhe e participe de nossas atividades! Por uma vida sem catracas e sem covardia!

#merdadelicitação

#porradetarifa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑