MPL Floripa

Nota do Movimento Passe Livre – 30/05/2007

Passados os primeiro dias de protestos contra o mais recente aumento nas tarifas de ônibus, demonstrando mais uma vez a disposição da população em resistir aos mandos e desmandos da prefeitura e de empresários do setor, a Secretaria de Segurança Pública, na figura de Ronaldo Benedet, procurou o Movimento Passe Livre para estabelecer um canal de negociação.

Dito isso, o Movimento Passe Livre vem a público afirmar que não é entidade representativa do povo e dos estudantes e que, portanto, não fala em nome de ninguém a não ser do próprio movimento. A negociação é possível, sim, e está sendo travada nas ruas pela população, com os seguintes termos: a completa e imediata redução das tarifas de ônibus.

O Movimento Passe Livre enxerga a política destinada ao transporte como a mesma que resultou nos episódios recentemente desvendados pela Operação Moeda Verde. Trata-se de um projeto de cidade destinado aos grandes empresários, em detrimento dos direitos e do bem estar da imensa maioria da população. E, caso este projeto não seja redefinido, veremos mais capítulos desta Revolta a cada ano que se passa.

É urgente uma reviravolta no modelo de organização da cidade e, neste caso específico, no transporte coletivo.

O Movimento Passe Livre exige e defende que: 1) o transporte seja organizado e gerido fora da iniciativa privada; 2) os custos do sistema não sejam pagos pela população que usa o transporte, mas por quem se beneficia dele, aplicando o modelo de *TARIFA ZERO* e que 3) a prefeitura cumpra sua promessa de municipalizar a Cotisa, podendo, assim, reduzir automaticamente cerca de 10% da tarifa.

Por fim, o Movimento Passe Livre acredita que a Secretaria de Segurança Pública deve se redimir das ações da Polícia Militar cometidas na noite de segunda-feira, ao lançar bombas contra estudantes dentro dos limites da UFSC; e, também, em relação às declarações do promotor de Justiça Alexandre Abreu, que recomendou à Polícia Militar executar prisões em massa de manifestantes durante bloqueios de ruas, para impetrar ações por dano moral coletivo. A solução do cassetete não pode ser tolerada, e, além do mais, é ineficiente. Quanto mais batem, mais forte ficamos.

Movimento Passe Livre 30 de maio de 2007

Anúncios

11 comentários sobre “Nota do Movimento Passe Livre – 30/05/2007

  1. O nosso direito de ir e vir dentro da ilha de Florianopolis esta ficando na mão de empresários sórdidos. A forma com que os empresários aumentaram a tarifa de onibus dessa vez foi cruel, pois justificar o aumento das tarifas na greve de motoristas e cobradores foi um ato extremamente pífio. A quem eles querem enganar? Todos nos estamos cansados de saber que o grande aumento no montante dos lucros das empresas de onibus decorrente desta medida de aumentos nas tarifas não irão parar nos bolsos dos funcionarios da empresa, e sim nos cofres desses empresários “cafajestes”. A vergonha maior foi a de ver que na única forma de oposição ao aumento nas tarifas, que foi os movimentos no terminal de onibus no centro, e na universidade federal de santa catarina, fomos tolidos dos nossos direitos de expressão por funcionários da Policia federal os quais nos pagamos atraves dos altos impostos a que nos submetem. Nos não temos direito a greve, então a unica forma de mostrarmos o nosso descontentamento e rejeição a uma medida do setor privado é atraves das manifestações e isso esta sendo, a cada dia mais, abafado pelos capitais astronomicos e corrompiveis desses “cafajestes”. É inacreditavel como esses sórdidos empresários se utilizam do setor público, através da violenta repressão da policia e de declarações de governantes neoliberais pautadas nos interesses da minoria burguesa “cafajete”, e do setor privado, atraves de declarações alienantes e mentirosas em jornais extremamente “capitalistas”. Mas o que fazer quando o direito da maioria dos cidadãos fica nas mãos de “cafajestes” ? Não adianta atos diplomáticos, pois os mesmos em nenhuma sociedade geraram modificações, devido a sua pequena repercussão. Infelizmente, revolução que é revolução se faz a força, pois mudar a lógica desse sistema cruel requer alterações na dominância dos empresários na comunicação e nas relações comerciais. Por isso não acredito em diplomacia em um momento crítico como este, vamos lutar com nossas forças pelo direito de habitar um mundo digno de necessidades no minimo básicas.

  2. Tem que denunciar os interesses por de trás da administração municipal: 1. regularização fundiária, ou seja a máfia das imobiliáras e dos especuladores, IPTU; 2. questão ambiental, água e esgoto, empresas que fazem o trabalho de coleta de detritos e remanejamento de resíduos; 3. sáude, a máfia dos medicamentos, veja que medicamento é um termo marketeiro criado pela a indústria dos remédios, na medicina não existe medicamento; 4. transportes, esse é o calcanhar de aquiles, nesse ramos a espoliação é descarada; 5. política de urbanismo, que se resume ao asfalto e calçadas.

  3. É muito triste você não aceitarem opiniões de outras pessoas do que a do nucleo do movimento!!!Meu, acho que todos os atos públicos e movimentos de greve devem ser mais inteligentes!!!CONCORDO com a manifestação, porém é triste que ela só atinja os ônibus da ilha…. mas e os de são josé?? Palhoça??? Sto Amaro??? Biguaçu??? As pessoas destes municípios manifestam junto e depois se ferram pagando as mesmas passagens??? Pq ninguém manifesta no terminal velho?Se os líderes do movimento forem justos, farão um planejamento para esses outros ônibus, que sempre aumentam um mês antes ou depois e fica por isso mesmo!Outra coisa que deve acontecer é não só ficar andando no centro, porque sabemos que a mídia sempre vai dizer que provocamos alguma coisa, quando é a polícia que parte para cima de estudantes menores ou maiores de idade e aí, além de sermos prejudicados não temos muito resultado!O maior problema é que a população esta realmente ficando contra nós… e isso é mais grave. Cada estudante deve fazer a cabeça de seus pais, e os pais dos vizinhos e outros atos além de rancar a passagem devem ser feito… O próprio jornal regional da band e da record sugeriram que se façam coisas com os ônibi… Talves se acatarmos a decisão….Meu, mas admiro que vocês consigam mobilizar estudantes, a mobilização deve aumentar, principalmente aqui na ufsc, e é isso aí, ouvindo tbm as opiniões do povo da classe, vocês se diferenciam dos políticos, que se dizem representar o povo, mas sempre representam seu bolso e a podridão!

  4. essa noite não vou pra manifestação… estão saindo da minha casa rumo ao centro agora minha namorada e meu irmão. eu não vou. tenho compromissos, e nã odesculpas. não iria de qualquer forma.hoje a tarde eu vi com meus proprios olhos (e nao vou dizer como por motivos obvios) que a policia ja tomou controle da situação e que daqui pra frente os contatos com a policia só tendem a ser mais apimentados…não posso prever o que vai acontecer no evento de HOJE… mas espero q ocorra tudo bem.A sugestã oque fica é muda nossa estratégia… a policia ja tomou conta. pra eles agora é como um evento da natureza… e nao uma manifestação publica por um DIREITO.

  5. Em busca de criar diálogo e reflexão entre a população, e para sanar nossa própria curiosidade, decidimos formular as seguintes perguntas, que repassamos a vocês, para os que quiserem, possam respondê-las:- Qual o seu nome (pode ser apenas o primeiro)? Idade? Ocupação? Se estudando: em que instituição, e que curso?- Você é contra o aumento das passagens?- Você é a favor das reivindicações de aumento de salário por parte dos motoristas e cobradores?- Você acredita que o direito de um morador de, por exemplo, Canasvieiras, ir todos os dias ao centro de ônibus deve ser garantido?- Se a resposta for afirmativa: Esse direito passou a existir desde que ano / década / século?- Você acredita que a revolução industrial pôde, de alguma forma, ajudar na possibilidade de as pessoas pegarem ônibus?- E a revolução nos modos de produção promovida pelo método implantado por Henry Ford (Fordismo) em suas fábricas?- Como solução ao sistema de transportes, você acha melhor:( ) Municipalização total do sistema( ) Abertura total a livre concorrência de empresas privadas- Você acha que um aumento de R$ 2,00 por mês vai pesar muito no seu orçamento mensal?- E a possibilidade que este aumento de R$ 2,00 pode criar de aumento para os salários dos motoristas e cobradores?- Se você acredita que está lutando pelos trabalhadores (aumento de R$ 4,00 por mês), não acha errado eles pagarem a conta da sua meia passagem?- Você, como estudante, se acharia bem, no caso da implantação do passe livre, de saber que o trabalhador do seu lado paga R$ 2,10 para usar o mesmo serviço que você? Ainda levando em conta que ele paga mais impostos, e paga a sua escola, no caso de estudar em escola pública?- Você acha que o prefeito Dário Berger tem algum benefício direto com o aumento das passagens?- Você acha que a mídia que cobre as manifestações aqui em Florianópolis deturpa muito os fatos? De que maneira? Cite exemplos.- Você acha que Florianópolis está entre as capitais com tarifa de transporte mais cara do país? A mais cara?Criamos também uma conta de e-mail para que vocês possam enviar as respostas:debatepasselivrefpolis@gmail.comPretendemos após recebimento de 50 respostas edita-las e divulga-las a todos por meios eletrônicos.Victor Rosa e Marília Alves

  6. Por favor… Mudem a estratégia!!!!!!!Só apanhar é burrice, estudantes tem que ter muito mais criatividade e coragem que o normal…Se eles querem guerra, que seja guerra, quebramos tudo como na Argentina…Vamos pintar a cara e andar pelas ruas de pedestres…Teatros para o povo ver, Assim: toda a galera andanto e um estudante (com uma papel na roupa escrito ESTUDANTE) querendo falar, por exemplo, e um outro com um papel escrito POLÍCIA sendo extramamente violento e outros com uma plaquina de população apoiando a violência, para ver se o povo acorda!!!Aí pode ter o Dário……Várias idéias existemmmmmm

  7. Fiquei muito feliz em ver o número de pessoas que tinha na ultima quinta feira, é uma pena o potesto nao ter dado em nada. ACHO QUE ERRAMOS EM NAO TERMOS ENFRENTADO A POLICIA NA ENTRADA DA BEIRA MAR.LEVEM TAMPA DE PANELA PARA A PROXIMA PASSEATA PARA SE PROTEGER DE TIRO DE BORRACHA E VAMOS PRA CIMA DA POLICIA. TEMOS DE CAUSAR MAIS. COMPANHEIROS FIDEL DEU O GOLPE EM CUBA COM MENOS DE 90 HOMENS. Temos de ser mais percistentes em nossos objetivos. O OBJETIVO É ABAIXAR A PASSAGEM? ENTAO, NAO VAMOS SAIR DA RUA ATÉ O PREÇO ABAIXAR! LEMBRE SE : “Dano à propriedade não é violência. Um edifícioou uma janela não podem ser violentados. É diferente para nósda questão da violência.Isso não é violência, a não ser quese trate de ataque a indivíduos.Coisa que não fazemos.Nós estamos tentando estimularapenas o questionamento.Por que as pessoas vão lá fora e tentam protestar ou fazer alguma coisa?Isso não é violência insensata.A insensatez é sentar ali,drogar-se, assistir à MTV.E então você arranja um emprego e cai na submissão. Para mim essa é a violência.”hasta la vitoria siempre!Até terça dia 5!obs. quem quiser discutir sobre os protestos kisselg_rj@hotmail.com

  8. Prezados
    Onde há o CAOS não há a ORDEM e nem o PROGRESSO. A atual união da juventude e demais cidadãos apartidários representa um marco histórico para o nosso país, pois clama para uma renovação ideológica de relação sociedade e estado. É certo dizer que nosso país tem melhorado, mas necessita de reformas sérias e urgentes, para que possamos saltar a um nível compatível com nossa evolução mental, social e cidadã, pois o que há em nossa carta magma não poderá ficar só em escrita eternamente, tem que ser materializada. Devemos lembrar e ressaltar que o caminho para isto deve ser legítimo e democrático, não anárquico, golpista e ditatorial como sugere seguimentos políticos e midiáticos oportunistas, pois assim sendo esta prática viraria via de regra, guerra política e até civil, o qual mais prejudicados seriam: o cidadão e o progresso do país. Não se trata de derrubarmos ninguém e sim exigir mudanças, porém devemos formar uma União apartidária legítima e democrática, formada por grupos e líderes que possam representar a sociedade em âmbito municipal, estadual e Federal, que de maneira ordenada, com o conhecimento de causa, para negociar com os representantes do Legislativo, executivo e Judiciário; O caos não pode ir para as ruas, para as ruas devem ir a ordem, de marcha legítima ,com grupos legítimo, identificados e apartidários; com causas legítimas, reais, viáveis e possíveis. Precisamos desengavetar aquilo que é bom para a sociedade como um todo e tem sido postergada há décadas pelos nossos representantes legais; Precisamos de reformas em órgãos públicos que nos representam e nas leis obsoletas que nos regem. A união faz a força, mas não a força braçal, qual já aplicamos em nosso suado cotidiano, mas a força da mente criadora e transformadora, que com certeza, sendo bem aplicada, renovará nossa nação .
    Jose Roberto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s